Sistema de Gestão

 
Icone todos-03

O atual Sistema de Gestão de Qualidade (SGQH) emprega os conceitos da Gestão por Processos, por meio de Diagnóstico de Processos; Núcleos de Qualidade e Comitês (rede de multiplicadores); Sistema de Documentação, Sistema de Avaliação e Indicadores.

O desenvolvimento e o monitoramento do SGQH estão sob a coordenação da Chefia do Setor de Qualidade Hospitalar. A execução do Sistema cabe aos Núcleos de Qualidade e Comitês.


 

O Plano Estratégico de Implantação do Sistema de Gestão da Qualidade Hospitalar contempla primeiramente o diagnóstico de todos os processos existentes no HE compreendendo 3 macroprocessos, sendo:

1. Administrativo

2. Atenção à Saúde

3. Ensino e Pesquisa

Com o objetivo da prática multidisciplinar e da excelência nas atividades desempenhadas para a implantação do Sistema de Gestão da Qualidade Hospitalar – HE –UFPel, bem como, o cumprimento da Portaria Nº 3.390, de 30 de dezembro de 2013 do Ministério da Saúde que Institui a Política Nacional de Atenção Hospitalar (PNHOSP) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), estabelecendo- se as diretrizes para a organização do componente hospitalar da Rede de Atenção à Saúde (RAS) junto com a Portaria Nº 2.395, de 11 de outubro de 2011 que organiza o Componente Hospitalar da Rede de Atenção às Urgências no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) foram formados dois Núcleos de Qualidade que executarão as práticas estabelecidas tanto pela legislação como o que for instituído ao que compete a cada um.

NÚCLEO DE GESTÃO DA QUALIDADE (NGQ)

Estabelece as diretrizes dos macroprocessos. Deverá criar condições para o aperfeiçoamento da realização e o desenvolvimento dos programas de capacitação na utilização de ferramentas de qualidade e documentos, bem como padronização dos processos no âmbito assistencial e administrativo. Aprovará os processos de atenção à saúde e administrativos, bem como os de gestão ensino e pesquisa do HE, em consonância com as afinidades das divisões e setores, e com as necessidades, condições e possibilidades existentes. Planejará, implantará, coordenará, monitorará, avaliará e criará condições para aperfeiçoar continuamente a autoadministração, em um sistema unificado entre a Sede - Brasília e o Hospital Escola – UFPel.

NÚCLEO DE ACESSO E QUALIDADE HOSPITALAR (NAQH)

Garantir o uso dinâmico dos leitos hospitalares, promovendo a interface com as Centrais de Regulação de urgência e internação; promover a permanente articulação entre a unidade de urgência e as unidades de internação; monitorar o tempo de espera para atendimento na emergência e para internação; propor mecanismos de avaliação por meio de indicadores clínicos e administrativos; propor e acompanhar a adoção de Protocolos clínicos; acompanhar o processo de cuidado do paciente, visando ao atendimento no local mais adequado às suas necessidades; articular o conjunto das especialidades clínicas e cirúrgicas, bem como as equipes multiprofissionais, garantindo a integralidade do cuidado intra-hospitalar; manter a vigilância da taxa média de ocupação e da média de permanência; garantir uso racional, universal e equitativo dos recursos institucionais, por meio do controle sobre os processos de trabalho; atuar junto às equipes na responsabilização pela continuidade do cuidado, por meio da articulação e encaminhamento aos demais serviços da rede; monitorar o agendamento cirúrgico, com vistas à otimização da utilização das salas; agilizar a realização de exames necessários; definir critérios de internação e alta.

São equipes e/ou grupos de trabalho que tem o objetivo de disseminar o Sistema de Gestão da Qualidade por meio de orientação e qualificação profissional. Esses facilitadores têm contato direto com o Setor de Qualidade Hospitalar e participam do Diagnóstico Operacional e da ampliação do Sistema de Qualidade.

 

GRUPO Qua.TI

É constituído pelo Setor de Qualidade Hospitalar e pelo Setor de Gestão de Processos e Tecnologia da Informação com a finalidade de gerenciar todos os processos e documentos do HE. A metodologia trabalhada permite estruturar a sequência de trabalhos a ser desenvolvida, visando à análise, à simplificação e à melhoria dos processos, como forma de promover a permanente busca da melhoria de desempenho e qualidade, além da padronização. Também permite a unificação e centralização.

SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO

Com a necessidades de centralização, padronização, organização, estruturação e disseminação das informações institucionais tem-se o SisGED – SISTEMA DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS com revisões periódicas. A padronização de condutas e critérios bem definidos das atividades executadas é um item essencial para que o Sistema de Gestão da Qualidade seja estabelecido. Estes documentos, quando inseridos dentro de um processo garantem a padronização das atividades em quaisquer turnos por quaisquer pessoas. Todos os documentos são validados por equipe técnica específica, Chefias de Unidade e Setor, além da participação do Setor de Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente e o Serviço de Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho. Já a aprovação passará pelo Núcleo de Gestão da Qualidade do HE. Isso garante que todos os processos serão validados e aprovados pelos gestores e colegiado executivo, que incluem os três gerentes e a Superintendência. Após a aprovação tudo será publicado no site do HE para garantir a transparência e publicidade.

 

SISTEMA DE AVALIAÇÃO

Realização de auditoria interna (visitas técnicas) nas unidades de internação e diversos setores do hospital para monitorar a qualidade dos processos de trabalho por meio do acompanhamento, detecção de inadequações, análise e fornecimento de sugestões relacionadas aos diversos processos de trabalho desenvolvidos na Instituição. É importante ressaltar a ênfase dada à segurança e ao gerenciamento dos riscos associados a estes processos.