Institucional

Institucional

 
fachada antesfachada depois
 
O Hospital Escola (HE) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) surgiu da necessidade de um ambiente para o aprendizado prático dos acadêmicos da Faculdade de Medicina. Até sua criação, as atividades de ensino da prática médica eram realizadas no Hospital Sociedade Portuguesa de Beneficência, a partir de um convênio onde esta disponibilizava 30 leitos para esta finalidade.Em 1981, este convênio foi alterado e criou-se, ainda dentro de suas dependências, o Hospital Escola, com 117 leitos abrangendo as áreas de Clínica Médica, Cirurgia, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria e um Pronto Socorro.

Com o intuito de continuar ascendendo em direção a uma melhor qualidade nos serviços prestados, em 1987 firmou-se um contrato com a Santa Casa de Misericórdia de Pelotas e o HE passou a ocupar o prédio em que permanece até hoje, em uma área física contígua à Santa Casa. Esta nova instalação trouxe melhorias para o atendimento oferecido, viabilizando projetos e remodelações que continuam sendo executados permanentemente, sempre em busca de um melhor atendimento à população. Desta forma, o Hospital Escola evoluiu como um cenário de excelência para a prática dos cursos de graduação e pós-graduação da área da saúde da UFPel.

Atualmente, o microssistema de saúde da UFPel, contempla 4 estratégias de atenção à saúde (atenção primária, ambulatório de especialidades, atenção hospitalar e atenção domiciliar), onde estão inseridos nove cursos na área da saúde: Medicina, Enfermagem, Nutrição, Psicologia, Terapia Ocupacional, Farmácia, Odontologia, Educação Física e Medicina Veterinária. Esse conjunto compõe a chamada Rede Saúde UFPel. Em 2004, após avaliação das condições de pesquisa e de ensino, da assistência prestada e do modelo de gestão adotada, o HE foi certificado pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério da Educação como Hospital de Ensino.

O Hospital Escola presta atendimento a 28 municípios da região, exclusivamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde), representando uma estrutura de saúde de referência para Pelotas e macrorregião em uma série de especialidades. Outra característica marcante dos serviços prestados é a elevada adesão à Política Nacional de Humanização, o que torna as práticas humanizadas atividades rotineiras dentro da instituição. Para atender à necessidade de atendimento em saúde da população regional, a UFPel está construindo seu hospital próprio, junto à área da Faculdade de Medicina. O projeto contempla três blocos, sendo que um deles – da Oncologia – está em fase de conclusão.

Adesão à Ebserh Para ampliar a assistência e gerenciar o pessoal técnico e administrativo dos hospitais universitários, foi criada, por Lei Federal em 2011, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). O processo de adesão culminou com a assinatura de contrato entre a UFPel e a EBSERH, no dia 30 de outubro de 2014, consolidando novos e expressivos investimentos para a saúde pública da região, através da ampliação de oferta de serviços no atual Hospital, bem como a construção de um novo Hospital Escola da UFPel.

Vocações O HE UFPel EBSERH é um hospital geral, com 175 leitos distribuídos em quatro áreas (clínica médica e especialidades clínicas, ginecologia e obstetrícia, pediatria e cirurgia geral e especialidades cirúrgicas). Possui serviços de referência regional, com destaque para a alta complexidade em oncologia (UNACON), que apresenta os cenários que contemplam a linha de cuidado na área (oncologia clínica e cirúrgica, onco-hematologia, serviços de quimioterapia e radioterapia, atenção domiciliar e cuidados paliativos). Outra vocação consolidada no hospital é o cuidado em saúde a pessoas vivendo com HIV/AIDS, com enfermaria de infectologia, hospital dia e serviço ambulatorial especializado. Em consonância com a Rede Cegonha, o HE UFPel apresenta estruturas que abrigam a linha de cuidado à saúde materno-infantil, incluindo obstetrícia de alto risco (ambulatório e internação), UTI neonatal tipo II, unidade semi-intensiva convencional e atenção ambulatorial aos neonatos egressos do hospital.

Além disso, o HE UFPel é um dos pioneiros em atenção domiciliar, uma política prioritária do Ministério da Saúde, regulamentada pela Portaria nº 2.527 de outubro de 2011. Possui equipes multidisciplinares em atenção domiciliar oncológica através do Programa de Internação Domiciliar Interdisciplinar (PIDI) desde 2005, tendo como público alvo os pacientes com câncer fora de possibilidades de cura e com três equipes multidisciplinares de atenção domiciliar (EMAD) e uma equipe multidisciplinar de apoio (EMAP). A atenção domiciliar é política estratégica para o município, altamente impactante em indicadores como desospitalização e humanização, atendendo cerca de 150 pacientes ao mês.

Esta nova instalação trouxe melhorias para o atendimento oferecido, viabilizando projetos e remodelações que continuam sendo executados permanentemente, sempre em busca de um melhor atendimento à população.
 
missão

 
visão

 
DSC_0201