Hospital Escola realiza I Seminário de Gestão

Na última sexta-feira (15) a Governança do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE UFPel) promoveu o 1º Seminário de Gestão, o qual reuniu todas as chefias da área assistencial e administrativa. A ideia foi proporcionar um dia de imersão, a fim de diagnosticar e planejar ações para os próximos dois anos de gestão. O evento aconteceu das 9h às 17h, nas dependências da Fazenda da Palma. Estiveram presentes no encontro o vice-reitor da UFPel, Luis Amaral, os pró-reitores de Planejamento, Otávio Peres, Administrativo, Ricardo Peter e de Gestão de Pessoas, Sergio Christino, além dos assessores do reitor, Gilberto Collares e Alexandre Gastal.
O seminário foi conduzido pela superintendente do HE, Samanta Madruga, e teve como objetivo apresentar as principais ações realizadas e promover o alinhamento estratégico dos princípios da gestão através da construção coletiva.
No encontro, foram discutidos os desafios de se fazer gestão do hospital sem a Fundação de Apoio Universitário (FAU) e a prática necessária de pensar a solução dos problemas sob as três dimensões (administrativa, assistencial e acadêmica) que, segundo a superintendente, é o grande diferencial do HE, de ensino, 100% SUS e 100% público. Foram abordadas também questões relativas à gestão plena EBSERH, valorização e aproximação das pessoas, fortalecimento do ensino, construção do novo hospital, bem como desafios a serem enfrentados com a união de todos nos próximos dois anos.
Após o seminário, todos os presentes se dirigiram a uma visita à obra do novo hospital, localizado próximo à rodoviária de Pelotas, que tem previsão de entrega para final de julho deste ano. O novo prédio sediará a Unidade de Oncologia e Hematologia, Serviço de Atenção Domiciliar, Serviço de Arquivo Médico e Estatística (SAME) e diversos setores da área administrativa.
Segundo o gerente administrativo do HE, Mateus Santin, a finalização da obra do bloco 3 foi um esforço da gestão no sentido de dar continuidade ao que foi iniciado por gestões anteriores. “Mesmo sem nenhuma verba orçamentária previamente destinada a esse fim, com recursos oriundos do REHUF e de uma gestão eficiente no controle de gastos, a conclusão da obra foi viabilizada”, concluiu.
Para a gerente de ensino e pesquisa, Beatriz Vogt, o fortalecimento do ensino é um dos focos da gestão. “O ensino é a base do nosso hospital, sendo fundamental esse reconhecimento e entendimento por parte de todos para que participem ativamente das ações voltadas a aproximação da Universidade assim como a formação de todos os profissionais que aqui atuam”, acrescentou.
“A oportunidade de reunir as chefias assistenciais e administrativas, promoveu a integração e possibilitou importantes reflexões a respeito das ações planejadas para o ano de 2019”, destacou gerente de atenção à saúde, Carolina Ziebell. Segundo ela, a adequação de processos assistenciais e aprimoramento das relações de trabalho no HE UFPEL EBSERH certamente impactarão num atendimento mais qualificado e humanizado ao usuário.
“Esse foi o primeiro de muitos encontros que serão realizados, pois não vimos possível o fortalecimento e crescimento do hospital se não estivermos alinhados e atuando todos em prol de um mesmo objetivo”, finalizou Samanta Madruga.