Hospital Escola participa da terceira edição do Mutirão Ebserh Solidária

No dia 20 de dezembro, o Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE UFPel) irá participar do 3º Mutirão Ebserh Solidária. O objetivo desta edição é levar atendimento de saúde e humanização para crianças e idosos que vivem em instituições e comunidades em todo o país. Em Pelotas, o evento será realizado na Casa da Criança São Francisco de Paula, visando atender 53 crianças e 15 senhoras da Comunidade São Vicente de Paulo.

As ações previstas para as crianças são avaliação da saúde bucal, avaliação do desenvolvimento motor, da curva de crescimento e visão. Além disso, serão realizadas atividades físicas, recreativas e lúdicas, com a entrega de presentes e um café da manhã. Com as idosas, será realizada avaliação de risco de sarcopenia e, os encaminhamentos em casos positivos, atividades físicas, recreativas e lúdicas, com entrega de presentes e café da tarde.

3ª edição

A expectativa é de que sejam atendidas no país em torno de 1,3 mil crianças e 1,7 mil idosos, com a participação de aproximadamente 1,2 mil profissionais dos 40 hospitais vinculado à Rede Ebserh dentre assistenciais e administrativos, além da participação de alunos e residentes.

Serão beneficiadas pessoas que vivem em instituições sociais escolhidas antecipadamente pelos próprios hospitais participantes, de maneira a oferecer serviços de saúde para aqueles que têm dificuldade de acesso a atendimento médico-hospitalar. Com o mutirão, os pacientes não precisarão se deslocar ao hospital, pois os serviços irão até eles.

Os atendimentos oferecidos contemplam diferentes especialidades, tais como, pediatria, fisioterapia, psicologia, nutrição, geriatria, cardiologia, dermatologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, assistência social, enfermagem, educação física e outros. Também serão realizadas ações educacionais preventivas em saúde e doações de presentes devido à proximidade do Natal.

O presidente da Rede Ebserh, Kleber Morais, ressaltou o caráter solidário e humanizado da ação. “Essa é a terceira vez que juntamos os esforços de toda a rede em prol das pessoas que mais precisam. E essa edição é especial, pois teremos a oportunidade não apenas de levar educação e saúde, mas também de levar um abraço, um sorriso e um afago justamente em uma época do ano tão significativa, que é o Natal”.

Histórico positivo

No ano de 2017, foi instituído o projeto Ebserh Solidária, que se caracteriza por levar atendimento em educação e saúde fora do ambiente hospitalar, com ações de prevenção e promoção da saúde. Na primeira edição, ocorrida em novembro de 2017, houve mais de 16 mil atendimentos a populações em situação de vulnerabilidade social, pacientes em espera na fila de regulação, moradores de comunidades com grande distância de centro urbanos, além de creches, asilos, escolas e comunidades diversas.

Nessa edição o HE, realizou centenas de atendimentos em dois condomínios populares da cidade.  Formam oferecidos testes rápidos de HIV, Hepatite A e B e Sífilis, testes de acuidade visual, orientação em saúde bucal, exames odontológicos para crianças de até 15 anos e ações educacionais, além de distribuição de preservativos.

Na 2ª edição, ocorrida em agosto de 2018, foram realizadas ações educacionais preventivas em saúde, exames, consultas e vacinação na população de venezuelanos que vivem em abrigos em Roraima, sendo realizados mais de 4,6 mil atendimentos na área de clínica médica, pediatria, ginecologia, enfermagem, oftalmologia, odontologia, infectologia e exames de testes rápidos de HIV, sífilis e Hepatite B, e exames de próstata. A ação médico-humanitária se deu em virtude do número crescente de venezuelanos no estado de Roraima, no intuito de minimizar o impacto gerado nos serviços públicos de saúde.